01 fevereiro 2011

Foi há dois anos. Na altura, senti-me mais órfã.

Agora, porém, acredito que não te perdemos, então. Acredito que o que existe tem uma razão de ser.
Se sinto saudades, é porque valeu a pena percorrer uma parte deste trilho contigo.
Olha, deixa-me confessar-te um segredo: gosto de imaginar que estás agora noutra dimensão, onde a saúde não falta, a família se reúne, mais cedo ou mais tarde e o espírito acompanha os que caminham nesta vida.
Se sinto saudades, é porque conservo as tuas histórias, contadas em voz de barítono, dos abraços tão grandes como tu, das gargalhadas. Se há coisa que marca o nosso percurso comum neste trilho, são as gargalhadas. E o facto de te ter dado uma “neta” no dia do teu aniversário. Até tem os olhos azuis, como tu.
Muita coisa aconteceu por aqui. Mas isso tu deves saber.
O que te quero dizer é que estou em paz, reconciliada com a dor. Só não dispenso a saudade.

7 comentários:

G... disse...

Um beijinho.
Tocaram-me muito, as tuas palavras.

Carlos Albuquerque disse...

Sei o que é a dor da perda. Por ela passei (e passo ainda), quando um filho meu partiu.
É bem verdade que nos podemos reconciliar com a dor, mas não conseguimos afastar a saudade. Essa permanece como companheira eterna de vida.
Por isso, ao ler este post, ela me bateu mais forte!
Beijinhos

Hanukká disse...

Porém Tu, Senhor, És um escudo pra mim, a minha glória, e o que exalta a minha cabeça.
Com a minha voz clamei ao Senhor, e ouviu-me desde o seu santo monte.
Eu me deitei e dormi; acordei, porque o Senhor me sustentou.
SL 3:3-4-5

DEIXO COM ABRAÇO DE PAZ E ALEGRIA DO PAI EM TEU CORAÇÃO.

Fernando Santos (Chana) disse...

Um abraço solidário....

© Piedade Araújo Sol disse...

sei o que isso é.

um abraço solidáro.

beij

Chousa da Alcandra disse...

Pasa o tempo; máis...as persoas que nos tocaron permanece sempre.
Un beijo especial

Braulio Pereira disse...

o meu abraço de carinho


beijo!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin