24 outubro 2008

Cinzento

(foto minha)

Mais uma reestruturação na indústria farmacêutica.
Mais desemprego. Desta vez, foram 50 colegas.
Conheço a maioria. Muita gente boa, alguns amigos, pessoas com quem me preocupo.
Hoje, o dia está soalheiro, mas dentro de mim predomina o cinzento.

16 comentários:

Maria disse...

Gente que trabalha e que precisa do ordenado no fim do mês para comer e para viver. Gente com responsabilidades assumidas e agora, como vai ser?
E este surto vai continuar. Não sei até quando, mas vai continuar... e mais dias cinzentos irão cruzar-se no nosso caminho...

Um abraço, com carinho

Patti disse...

Praga que parece não terminar nunca.
Beijinho para ti e vai até à janela ver o sol.

sardão49cm disse...

Pois é, prima. Como falamos, a situação parece cada vez mais negra. Sucessivamente surgem novos casos. O que nos resta? Olha, o que eu faço é acordar todos os dias a pensar que estou vivo e, até ver, com tudo a funcionar. O resto virá por acrescento. A esperança e o optimismo serão sempre os últimos a morrer. Beijo dos grandes.
P.S.- Atenção que o meu nickname é para manter no anonimato. Tudo isto será uma operação undercover...eh eh eh

jo ra tone disse...

E tudo isto porque não deram de beber o "chá" a este palerma. um dia até nos poderá roubar o sol
Bom fim de semana.

t i a g o . disse...

E, segundo ouvi na rádio, menos 25.000 na Volksvagen. Enfim. Não sabemos como reagir exactamente.

Tiago.

Maria Jose disse...

...Muita gente boa, mesmo...
Também eu andei o dia todo, triste a pensar neles...

BlueVelvet disse...

Há dias asim, mas vamos torcer para que em breve o sol brilhe para ti.
Beijinhos

De Amor e de Terra disse...

Olá Amiga, boa noite!
De vez em quando, aqui estou, um pouco mais próxima, a ler-te e a saber de ti.
Como sempre gosto muito do que escreves; lamento o cinza que se vê e todo o que se adivinha.
Beijos e votos (apesar de tudo) de bom fim de semana.

Maria Mamede

AF disse...

É o liberalismo no seu melhor. Todos os dias devoram-nos um bocado.Sei do que falas amiga.

Tem cuidado
Se do império os mortos vais contar
melhor será saber recomeçar
que os mortos do império vão voltar
(...)

José Mário Branco

Antonio saramago disse...

Como somos brandos, fazem de nós o que bem lhes apetece.

Maria, Simplesmente disse...

Desculpe que lhe diga filoxera, mas se fosse só a indústria farmacêutica estavamos todos mais calmos. Mas a verdade é que é a todos os níveis.
Hoja alguém me disse: "Minha senhora, agora é assim: há trabalho, mas não há emprego".
Compreendi a mensagem que ele me passou, é a verdade. Não há dúvida que a idade pode passarnos a experiência de vida. Este homem, sempre o vi trabalhar.
Bom fim de semana.

Meg disse...

E se fossem só esses os dias cinzentos...!
Infelizmente neste momento há, não só dias cinzentos, mas mesmo futuros cinzentos, até negros, para tantos portugueses!
Até quando?

Bom domingo e um abraço

Alexandre disse...

Compreendo! Uma sobrinha minha que foi despedida há uns 3 anos agora está a vender carros com o ordenado base de 500 euros e ainda tem que pagar o tlm do bolso dela - só um mês tirou 800 euros, é sempre abaixo disso!!!

Oliver Pickwick disse...

Não me surpreende. A indústria farmacêutica nos últimos tempos deixa a camorra siciliana com ares de jardim de infância.
A melhor das sortes para você!
Um beijo!

Anónimo disse...

Infelizmente nunca sabemos o dia de amanhã, mas uma coisa é certa não é cinzento para muitos Portugueses e preto!
A situação é cada vez mais preocupante, já não são só os casos que vimos nos meios de comunicação mas são as pessoas á nossa volta amigos, fámilia, conhecidos, etc que de dia para dia vão perdendo o emprego e a esperança no dia de amanhã.
Boa sorte para os nossos colegas.

zito disse...

Já passaram alguns dias desde o dia 23, eu estava lá ou não nem sei ....... estava atordoado e ainda estou....
Vejo-me ao espelho a dar o nó da gravata e pergunto valerá a pena?...Quero acreditar que sim.
Aproveito esta msg para dizer que o PLM (facil adivinhar quem é) é um grande companheiro....

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin