12 novembro 2010

Dizem que vai chover.

Não sei onde ouvi, mas dizem que vai chover.
Nem liguei, para perceber se diziam onde: na estrada, no passeio, no campo ou na montanha.
No trilho que os meninos percorrem a caminho da paragem do autocarro, no viaduto que coroa a cidade, no castelo que ficou de tempos antigos.
Pode vir a chover na praça, no bairro, no mar ou no deserto que é o teu percurso. No rio ou no vale que é o meu íntimo. Porque, às vezes, chove cá dentro.
É nesses momentos que tu surges, trazendo o Sol nesse teu olhar que me inunda.
Por isso não liguei às vozes que dizem que vai chover. Não me importa onde.
Haverá sempre manda-chuvas. A questão é nem lhes ligarmos…

12 comentários:

IMaria disse...

Não quero chuva, Filoxera. Quero sol para animar esta minha alma carente de sóis. Mas, isto, sou só eu, uma vagabunda da minha condição de mãe. um beijinho e bfsemana com os seus sóis, em tempos de chuva.
isabel maria -IMARIA

São disse...

Detesto chuva, até nos filmes!
Em contrapartida, a tua escrita agrada-me muito.
Um bom final de semana com as tuas crianças e quem mais desejares.

Maria João disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria João disse...

Mas se chover...

que os olhos procurem o arco-íris e nele as cores que, afinal existem, embora nem sempre as vejamos no sombreado da vida cinzenta.

Um beijinho

Braulio Pereira disse...

que chova
inunde o teu vale
com a tua ansia toda
cair num cansaço tal...


abraço bom fim de semana!!!

Odele Souza disse...

Filoxera querida,

Deixa que chova. Algumas pessoas que nos cercam são tão luminosas que não importa a chuva, sempre estaremos aquecidas. E há o nosso próprio sol também a nos iluminar. Sei que tens o teu.

Um forte abraço. Bom fim de semana.
E MUITO OBRIGADA por prestigiar o post que fiz em homenagem ao meu irmão.

G... disse...

Sem chuva, sem água, não nascem as flores. Sem chua, sem água, não se afogam as l+agrimas.
Choveu? No teu íntimo que fosse? Vai espreitar - bem lá dentro - que algo nasceu certamente...
Beijinhos

Alex disse...

Nem liguei, para perceber se diziam onde: na estrada, no passeio, no campo ou na montanha,
dentro de mim, que é onde chove agora.

gostei tanto ...

Alex disse...

Eu gosto. De chuva. De chuva com sol, fico com a alma molhada, faz-me bem.

Rui Sousa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rui Sousa disse...

O bom da chuva é sentir quando esta nos bate no rosto... onde as pingas não passam de projeteis da natureza que nao fazem ver que estamos vivos...

http://rsousaqualityman.blogspot.com/

Patti disse...

Na vida todos temos um sol...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin