10 outubro 2011

Adeus, museus?


Admito que sou uma mãe imaginativa.
Gosto de proporcionar aos meus filhos programas diversificados nos dias de férias ou fim de semana.(aliás, gostaria de fazê-lo com mais crianças).
Assim, privilegio as atividades ao ar livre, como praia, parque e pic-nics durante os meses de bom tempo.
Mas, nos restante, não ficamos um dia inteiro em casa. E recuso-me a passear crianças em shoppings.
É frequente irmos a bibliotecas e museus, como referi algumas vezes, por exemplo aqui e aqui. Habituei-os; agora, são eles que pedem para ir.
Há atividades fantásticas nestes espaços, que entretêm toda a família.
Agora, deparo com a notícia de que os domingos deixarão de ser gratuitos nos museus.
Como desempregada repetente, pergunto-me se, além de não poder escolher as escolas dos miúdos (há muito que os retirei da cooperativa onde estavam, porque começou a ficar impossível pagá-la) nem dar-lhes a possibilidade de praticarem um desporto, também terei de abrir mão de os levar a museus.
Qualquer dia lembram-se de cobrar pelos serviços das bibliotecas. Ou pelas praias...
Devem querer obrigar-nos a criar filhos em frente à tv ou nos locais de culto do consumo, não?
(e ainda há quem fale no orgulho de ser português?!?)

13 comentários:

Maria disse...

Faz bem dar um grito de vez em quando. Seja no blogue ou na rua.
Cheia de razão!

Beijos.

Gisa disse...

O protesto é válido. Lugares de cultura são para serem apreciados e não cobrados.
Um grande bj querida amiga

cycle disse...

Já vi essa realidade mais longe...

A.S. disse...

A cada dia estamos perdendo a nossa identidade, as nossas referências. Cada vez mais somos números que se manipulam com a ligeireza com que se desviam os milhões por fraude e agiotagem, com a cumplicidade activa de alguns para quem o povo serve apenas para legitimar pelo voto a sua desmedida e inqualificável ambição e sede de poder!...
ATÉ QUANDO??????

Um abraço!
AL

Almeida disse...

Tem o meu apoio.
Beijos.

Pitanga Doce disse...

Tás com sorte dos Museus terem sido gratuítos até agora. Aqui não são e nunca foram. Paga-se uma pequena taxa...mas paga-se.

Boa tarde, menina Filoxera.

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

De facto, é profundamente triste e de tal maneira que por vezes apetece-me sair deste país e ir em direção a algum que valorize o ser humano, o ser bom profissional, a criança, o velho, a paisagem... e tudo o mais...e a frieza calculista com que se tomam este tipo de decisões é absolutamente arrepiante!!!!

elvira carvalho disse...

E mesmo a TV passa a ser paga a partir de Janeiro não é?
O que será que eles vão descobrir mais para levar o dinheiro que já não temos?
Um abraço e um bom dia

© Piedade Araújo Sol disse...

e somos o País que temos.

estou de acordo com o teu protesto.

um beij

São disse...

Minha amiga, adeus museus...adeus a tudo, porque estamos entrando em regime de semi-escravatura!

Um abraço

Luis Eme disse...

querem que os museus fiquem definitivamente às moscas, Filoxera.

beijinho

Nilson Barcelli disse...

Museus são sempre uma melhor opção que os centros comerciais. Para as crianças e para os adultos...
Por isso, os teus filhos estão no bom caminho.
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijos.

Sofá Amarelo disse...

Compreendo que a manutenção dos museus custe dinheiro mas retirando esta benesse não é assim que se incrementa cultura num povo que tem tão pouca...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin