19 setembro 2011

Afetos não são depósitos a prazo


Não basta uma lembrança anual, por ser Natal, para alimentar uma amizade. Ou um período de grandes demonstrações verbais e carinho, que depois não continuam, para se viver um amor.
Os afetos não são depósitos a prazo, em que se investe uma vez e se espera daí vir a retirar dividendos.

20 comentários:

Rogério Pereira disse...

Não sei de que mais goste
Da imagem ou do texto
Mas é... de todo o post

"Afetos não são depósitos a prazo"

(gostava de ter sido eu a escrever isto)

BRANCAMAR disse...

:) O Rogério diz tudo.
Estavas muito inspirada, um belo texto e o título ainda melhor.

Beijos

Braulio Pereira disse...

o afecto

dá-se sem esperar

nada a cambio.

vamos viver com Amor no coraçâo


beijo!!

Maria disse...

Como te entendo...

Um abraço.

Luis Eme disse...

sim, Filoxera.

e não só o amor.

a amizade também é assim, não é aparecermos quando precisamos de qualquer coisinha.

beijinho

Gisa disse...

Gostei de tudo e fico.
Um bj

elvira carvalho disse...

Muito bom o post. Como diz o Luís, a amizade não é aparecert quando precisamos de qualquer coisinha. Mais, acho que é precisamente o contrário. É aparecer quando temos alguma coisinha para dar. Ainda que seja só um abraço sentido e sem palavras.
Um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

pois não!
os afetos são o que melhor temos nesta vida.
gostei!

beij Filó

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela imagem...Belo texto...Excelente post....
Cumprimentos

Nilson Barcelli disse...

Os afectos são uma dádiva sem a espera do retorno.
De contrário, nada feito...

Beijos, querida amiga.

Sofá Amarelo disse...

Os afectos são pedacinhos de um puzzle que constrói o dia-a-dia de todos nós...

albana disse...

afectos, carinho, miminhos, em qualquer altura, a qualquer hora, sempre!!!

bjinho

. disse...

Voltei. O amor repartido ainda se torna maior!Um abraço

tulipa disse...

Tens toda a razão...
os AFECTOS são muito mais que isso...só que as pessoas esquecem-se e não investem nos afectos.

Agradeço a visita ao meu blog.
Adorei o comentário.
Muito obrigada pela sugestão de cinema...quando puder irei ver.
Logo eu que adorei a Índia, quando fiz uma das viagens mais importantes da minha vida.
Foi uma viragem na minha vida.

"Água"- um filme que começa com uma menina indiana que fica viúva, na época anterior à influência de Gandhi.Interessante, histórico e com uma fotografia muito bonita.

Bom fim de semana.

Isamar disse...

Afectos são investimento de todos os dias, minha amiga. Fazem parte deste grupo a amizade e o amor que só se consolidam se diariamente forem cultivados, insistentemente, tratados com muito cuidado, muito carinho, muita paciência, muita tolerância, muita perseverança.
Gosto muito da tua escrita, sempre a quente, feita com alma, com coragem, com determinação. A imagem também é muito bonita.
Vai cultivando essa "horta" que colherás, com certeza, muitos raminhos de "cheiros" que tu própria identificarás sem dificuldade alguma.

Beijinhos

Bem-hajas!

Pena disse...

Preciosa e Linda Amiga:
Os afectos são algo de precioso que vamos fomentando e incentivando dia-a-dia. Com amizade, carinho, ternura e pureza.
Sou muito seu amigo, sabia?
Um texto notável que é uma lição de vida que já registei em mim.
Parabéns. Só concebe o encanto.
Beijinhos amigos de respeito e gratidão pela sua visita maravilhosa.
Com respeito pelo seu profundo talento numa escrita notável.
Sempre a admirá-la

pena

Bem-Haja, amiga de sempre.
POR FAVOR, visite-me mais vezes que corresponderei. Para mim, é das resistentes da Blogosfera terna e fantástica. Gigante no sentir.
Bem-Haja, pela sua ternura.

Maria João disse...

O que escreves é como um grito, que vive preso nas gargantas de muitos de nós.
Diariamente sentimos que se afastam e aproximam de nós, pessoas que utilizam a linguagem própria dos afectos para obterem alguma coisa.
E é tão triste isso.... e tanto que nos desumaniza.

Um beijinho

Nilson Barcelli disse...

Rendem sempre bom juros, se forem verdadeiros...
Querida amiga, tem um bom resto de domingo e boa semana.
Beijos.

Vieira Calado disse...

Assim é!

Mas as vicissitudes da vida moderna

por vezes goram as oportunidades!

Saudações minhas

BRANCAMAR disse...

E porque os afectos não são depósitos aa prazo, apesar de permanecerem no silêncio, mas não num eterno silêncio...aqui estou eu,:))

Beijinhos

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin