12 agosto 2011


Fossem as minhas mãos doces arados
Sulcando o chão que é esse teu cheiro
No húmus destes beijos demorados
E serias campo lavrado por inteiro

Fossem os meus olhos ventania
Estendendo-te no solo de rajada
Num sopro toda eu estremeceria
E já serias terra, e eu nortada

Fosse o meu calor leve semente
Florescendo de manhã no teu olhar
E já o teu sémen no meu ventre
Seria promessa de vida a germinar

17 comentários:

Braulio Pereira disse...

alegria do meu dia
és fonte de energia
tua alma cristalina
for e menina

braulio!!


feliz dia.


beijos!!

bettips disse...

Sente-se a tua belíssima idade.
A esperança: que bom sentir!
Um abracinho
B.

Rogério Pereira disse...

"E já serias terra, e eu nortada"

Bela imagem. Dou-te a minha:

Já sou serra, e tu amena brisa

Luis Eme disse...

muito bonito e apaixonado.

beijinho Filoxera

elvira carvalho disse...

Belíssimo poema. Cada dia a sua poesia é mais intensa e mais melódica. Para quando um livro?
Um abraço e bom fim de semana

Maria disse...

Tão bonito, mas tão bonito...
Nem me atrevo a comentar!

Beijo.

BRANCAMAR disse...

Querida Filoxera,

Este teu poema é belíssimo, pleno de vida e amor e do talento de o saber transmitir. Parabéns.

Obrigada pelo teu carinho naquele post de despedida feito há mais de uma semana, creio. Não tenho aparecido muito porque tenho o pai hospitalizado, mas ontem resolvi abrir de novo o Brancamar porque uma grande amiga mo fez fazê-lo e porque todos vós, amigos dos primeiros momentos mo merecem.

Sempre que puder voltarei.

Um grande beijo
Branca

N. Barcelli disse...

O teu poema é magnífico. gostei imenso. Parabéns pelo talento que revelaste neste poema.
Querida amiga Filó, tem um bom resto de Domingo e boa semana.
Beijo.

Isamar disse...

Lindíssimo, minha amiga poeta. Perpassado de amor é um dos poemas que podia constar numa antologia da poesia portuguesa contemporânea.

Continua! Os teus textos em prosa também são muito bonitos.

Beijinhos

Bem-hajas!

A.S. disse...

Fossem as tuas palavras vento e eu voaria nas tuas asas...


Belo o teu poema!

Beijos,
AL

© Piedade Araújo Sol disse...

muit bonito, uma ode ao amor e cheio de ternura.

um beij

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

São disse...

Melhorando a cada dia que passa, a tua poesia...

Bom fim de semana

Pena disse...

Estimada e Linda Amiga:
Uma delícia e ternura os seus fabulosos versos de fascínio.
Dirigidos a alguém do seu coração.
Perfeita e maravilhosa.
É uma poetiza de eleição. De pureza, encanto e beleza imensas.
Parabéns inceros. Adorei.
Abraço amigo de respeito e estima pelo seu talento pessoal e poético.
Sempre a admirá-la

pena

Olhe, tenho um certo carinho por si, sabe, porquê?
É uma das resistentes aqui na Blogosfera. Muitos já partiram, mas gosto imenso de passear aqui.
Sensibiliza-me, sabe?
Bem-Haja, pelo seu génio que deslumbra.
Honra-me, a sua preciosa amizade, sabe?
MUITO OBRIGADO!

Evanir disse...

Feliz em conhecer seu blog
venho do blog do professor (PENA)
um amigo que tenho muito carinho.
Seus poemas são lindos ficarei muito feliz se aceitar meu convite para conhecer e seguir meu blog .
E já sigo você.
Um beijo no coração .
Um feliz Domingo,Evanir.

A.S. disse...

Vim reler-te, rever-te e deixar os votos de um bom fim de semana!


Beijos,
AL

Jony River disse...

gosto! qual fb, Gosto!!!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin