14 abril 2009

Salir Corriendo


(foto do André)
Nadie puede guardar toda el agua del mar
En un vaso de cristal¿
Cuántas gotas tienes que dejar caer
Hasta ver la marea crecer?
Cuántas veces te ha hecho sonreír?
Esta no es manera de vivir
Cuántas lágrimas puedes guardar
En tu vaso de cristal?
Si tienes miedo, si estás sufriendo
Tienes que gritar y salir, salir corriendo
Cuántos golpes dan las olas
A lo largo del día en las rocas?
Cuántos peces tienes que pescar
Para hacer un desierto del fondo del mar?
Cuántas veces te ha hecho callar?
Cuánto tiempo crees que aguantarás?
Cuántas lágrimas vas a guardar
En tu vaso de cristal?
Si tienes miedo, si estás sufriendo
Tienes que gritar y salir, salir corriendo


(letra da canção Salir Corriendo, dos Amaral)

9 comentários:

BlueVelvet disse...

Amiga, aqui deixo-te um abracinho.
E beijos

Maria disse...

Pensei em ti toda a tarde...
Estou aqui, e tu sabes.

Um beijo

Meg disse...

Filoxera,

Poema sofrido... sair correndo e gritar é uma forma de espantar os medos e amainar o sofrimento, minha amiga.
Tudo bom para ti.
Voltarei agora com mais tempo para te ler para trás, o trabalho tem apertado e muito.(felizmente)

Um abraço

Vekiki disse...

Lindo :)
Quem tem vontade de sair correndo sabe do que se fala ;)
Beijos Filoxera!

elvira carvalho disse...

Não conheço a canção, quase não oiço música há tempos. Mas a letra é linda embora encerre muito sofrimento.
Deixo um abraço apertadinho, já que às vezes as palavras soam a vazio.

A Luz A Sombra disse...

A vida é feita de lágrimas e sorrisos.
Por vezes as lágrimas ajudam a suportar a dor.
Por vezes os sorrisos inocentes e belos ajudam a suportar a dor que as lágrimas ao correr provocam no rosto.
Não podemos é esquecer os sorrisos... os sorrisos inocentes, a coragem chega através deles.
Grande abraço
A Luz A Sombra

f@ disse...

Belo... mto...

Quantas vezes transborda o vaso de c r i s tal ... das lág r i mas e dos sorrisos tb...

Beijinhos

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Passei para ler


e deixar beijoca.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo poema... Espectacular....
Beijos

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin