05 abril 2009

Parabéns, mano!

(o meu irmão, segurando a minha filha)


5 de Abril.
Mais uma vez, estás de parabéns.
Lembro-me de ser criança e tu adulto, pai. Pai muitas vezes.
A minha primeira sobrinha, nasceu antes de eu completar dois anos. Depois veio outra. E outra. E outra.
Dizia a minha cunhada que "a fábrica só fecha quando vier um rapaz". E um dia, quando a mais nova das meninas tinha quase quatro ano, veio. Nasceu o primeiro de quatro meninos.
A casa nunca foi grande, mas sempre cheia de vida. Muito trabalho, muito riso, muito choro, muita preocupação.
Eu e a minha sobrinha mais velha ríamos quando ela afirmava às amigas que eu era irmã dela. Com a segunda, partilhei algumas festas de aniversário (nascemos uma a 20, outra a 21). A terceira já foi "falada" neste blogue por motivos tristes. A quarta é a menina/mulher mais calma que conheço.
O meu primeiro sobrinho deixava os sapatos no meio da rua aos três anos e seguia descalço, pelos paralelos do Porto. O segundo era o menino dos mimos, sempre "enroscado" na tia. O terceiro, terrorista e sempre a esgueirar-se, é hoje, como a irmã mais nova, o mais calmo miúdo de dezoito anos que conheço. Paciente com toda a ganapada da família, que já vai noutra geração, a dos sobrinhos-netos (11, quase 15!). Por fim, o mais novo, que é também o mais alto e o melhor aluno.

Sempre repudiei a adeia de chamar meios-irmãos aos que não têm em comum pai e mãe. Ninguém é meio nada. E o meu irmão é meu irmão em tudo: nos traços fisionómicos herdados do pai, na sinusite, nas ideias firmes. E, sobretudo, no coração.

Curiosidade: temos 17 anos a separar-nos, que é incomum mas que se repetem várias vezes em vários irmãos da família, de diferentes gerações. Mas isso dará outro post...
Hoje, só quero deixar aqui os parabéns ao meu herói. Quanto mais me apercebo da tarefa que é ser mãe, mais admiro o clã que o meu irmão e a minha cunhada criaram.
O passar do tempo aproxima-nos, fazendo convergir aquilo que a distância tenta separar. Estou contigo. Hoje, mais do que alguma vez. Tu sabes.
E, como hoje ainda não to disse: GOSTO MUITO DE TI!



18 comentários:

De Amor e de Terra disse...

É tão bom e tão belo o AMOR, quando é assim... parabéns aos dois!

Bj.

Ah, é verdade, os sentimentos de saudade e eventual tristeza, são em mim tão comuns, que quase nem dou por eles.


Bjs,

Maria Mamede

São disse...

Para quem é filha única como eu, ter oportunidade de ler um texto tão sentido como o teu ...é um encanto ( e uma invejinha também, perdoa)!

Parabéns , então, a teu irmão e muitas , muitas felicidades para vós.

Um Páscoa doce e com muitas alegrias.

Maria, Simplesmente disse...

Vim experimentar uma entrada... e entrei.
Parabéns pelo mano.
Vou tentar o arquivo. Já viu?
Abraço
Maria

Vekiki disse...

Filoxera, muitos beijos de Parabéns ao Mano que não conheço mas que pelas tuas palavras percebo ser Um Querido e uma pessoa muito importante na tua vida.
Beijos :)
Bom Domingo :)

FERNANDA & POEMAS disse...

BOM DOMINGO QUERIDA AMIGA... PARABÉNS AO MANO E TODA A FAMÍLIA... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Maria disse...

Este é um post de amor verdadeiro...
Parabéns ao teu MANO!

Beijinhos para ti

Pitanga Doce disse...

Faço uma idéia esta familia à mesa no dia de Páscoa. Vais ao Porto para a data?

Parabéns ao irmão pelo aniversário e a ti pela sorte de o teres.

BlueVelvet disse...

Muitos parabéns ao teu mano.
Admirável isso de não haver meios irmãos.Nem meios nada.
Sendo quem és, não me admira que penses assim.
Muitos beijinhos

t i a g o . disse...

Parabéns ao teu irmão! :D

Tiago

Pipinha disse...

Querida amiga, Parabéns ao teu mano e Parabéns a vocês pela amizade, cumplicidade e amor que existe entre vocês.
Adorei ler este texto familiar!
Boa semana com muito carinho, paz e alegria.
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

Patti disse...

Uau, isso é que é uma quantidade de gente feliz. Muitos parabéns, pois então!

Antonio saramago disse...

Um abraço de parabéns ao teu mano.

Carla disse...

que lindo...acreditas que me arrepiei com a força desse amor
beijos e boa semana
parabéns um bocaidnho atrasados ao teu irmão

Carminda Pinho disse...

Parabéns (atrazados) ao mano da minha amiga Filoxera, que é uma querida.

Beijos

Oliver Pickwick disse...

Nada é tão bom quanto uma família grande e unida. Se dependesse de mim, teria seis filhos.
Gostei muito de ler esta crônica de pura essência familiar.
Um beijo!

Si disse...

Parabéns a uma família enooooooorme e bonita! Tudo indica que se merecem uns aos outros...
Beijinhos

elvira carvalho disse...

Embora atrasada, parabéns ao Mano, que fez anos no mesmo dia do meu marido. E é concerteza, uma excelente pessoa, pois são assim todas as pessoas que conheço de Abril. Meu amado pai, também era de Abril.
Muitas felicidades para o mano.
Um abraço

Céu Vieira disse...

Mas que história linda encontrei por aqui!....É muito parecida com a minha!... Tenho irmãs mais velhas do que eu 17, 15, 14, 12, 10e 7 anos! Tenho sobrinhas mais novas do que eu 6, 7, 9 e 10 anos que considero minhas irmãzinhas legitimas. Só que neste caso é a minha irmã e o meu cunhado e não o contrário. Gosto da minha irmã e do meu cunhado como meus pais.
Voltarei!
Beijinhos

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin