05 março 2014

Detalhe


As folhas de Outono. Uma a uma, vão-se anichando no prato de madeira castanho. Juntas, compõem a imagem da estação caduca, conferindo um tom acolhedor à casa, pequena.
As folha dos livros também são motivo de conversa entre amigos.
As surpresas que a vida revela no tempo certo. As incertezas, não exclusivas do amanhã. Angústias do presente.
O tempo sempre a contar. Ininterruptamente. A descontar-nos futuro.
As nervuras secam, o esqueleto desgasta-se, a seiva vai-se esgotando. Mas a vida é criativa.
Reinventa-se. E não apenas nos enredos de romances ou filmes. Encontra sempre fora de nos pasmar.
E, ainda que a folha permaneça em branco, a história escreve-se nas ripas de madeira castanha, molhadas. No banco onde os amantes enredam mãos e línguas num detalhe perene, porém fugaz. Tão fugaz...


2 comentários:

antonio rosario disse...

Hpje resolvi escrever no meu blogue e deixei uma mensagem para todas as MULHERES.
BEIJINHOS

Nilson Barcelli disse...

Gostei dos detalhes do teu detalhe...
Escreveste um magnífico texto.
Querida amiga, tem uma boa semana.
Um beijo.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin