12 dezembro 2011

Artista do amor

Trazias um sorriso, com que brindaste o meu dia
E, junto do teu sorriso, a música vale nada.
Não foram acordes que me fizeram vibrar,
Mas a paz ao vaguear contigo de mão dada.

Ofereceste-me os teus braços, envolventes
Num aconchego que me vestiu de ti.
Podia o Sol ter-me acalentado a alma,
Mas foi no teu abraço que renasci.

 

Deixaste-me um rasto de beijos doces
 
Desenhado com a boca, em matiz de calor 
Sobre tela de ternura, pintada como se fosses

O mais conceituado artista do amor.

(foto oferecida por uma amiga)

8 comentários:

Maria disse...

Um renascer bonito. Porque há sorrisos que valem tudo!

Beijo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente post....
Cumprimentos

São disse...

Muito bom...e a foto também

Boa semana, linda

Pena disse...

Brilhante e Sublime Poetiza Doce:
Um poema lindo. Lindo e puro.
É fantástico o seu amigo que lhe ofereceu este poema tão maravilhoso e terno.
Fantástico.
Beijinhos amigos ao seu sentimento extraordinário de maravilhar e deslumbrar.
Com respeito e sempre a admirar o que concebe de perfeição e beleza mágica.
Grato pela sua visita linda.

pena

É notável.
Sou muito seu amigo, sabia?
Conheço-a há imenso tempo e tenho um certo carinho pelo que faz e é.
OBRIGADO, amiga.

© Piedade Araújo Sol disse...

o que vale um sorriso!

gostei!

beij

rouxinol de Bernardim disse...

Excelente, como sempre, aliás...

Nilson Barcelli disse...

"Não foram acordes que me fizeram vibrar,
Mas a paz ao vaguear contigo de mão dada."
Belíssimo poema. Gostei.
Querida amiga Filó, tem um bom fim de semana.
Desejo que tenhas um Bom Natal e um ano de 2012 muito feliz, extensível aos que te são mais queridos.
Beijo.

O Profeta disse...

Amei, amo a beleza
Tropecei muita vez na incerteza
Transformei miséria em realeza
Ri de contente e de tristeza

Ri para os olhos que me deram amor
Ri para o mar onde pesquei ilusões
Ri em cada partida e chegada
Que fiz numa vida de contradições

Procurei o segredo da verdade feliz
Percorri o caminho do vento cheio de ardor
Uma gaivota entregou-me uma concha cheia de mar
Era…O Elixir do Amor…

Um mágico Natal

Abraço-te

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin