14 novembro 2011


Chegaste.
E contigo a vida brilha mais forte.
Reluzem sorrisos num fogo sedutor,
Olhos nos olhos.
Um braço-de-ferro ganho
A tempos de perturbada contemplação.
Chegaste.
E aprendi a segurar-te
Esse olhar de Sol, de estrelas e encanto.
Na tua pele, vivo todos os silêncios
Onde escondíamos poemas.
Nas tuas mãos, o sonho ganha forma
E a dúvida dissipa-se: existes.
Chegaste.


11 comentários:

BRANCAMAR disse...

Todas as dúvidas se dissipam perante o amor, a mola impulsionadora da vida.

Beijos
Branca

Maria João disse...

Não existem dúvidas, nem hesitações, quando o amor se instala; chegado ou regressado, dentro do nosso poema.

Um beijinho grande

Maria disse...

Voltaste.
E o teu regresso trouxe o sol à minha vida
Que de tão vazia estava escura e triste
Olhos nos olhos disseste que ficavas e acreditei
Voltaste.
E as estrelas nos meus cabelos voltaram a brilhar
E o cântico do mar azul espumado em onda ecoou
Num rugir de vitória que só ele sabe dar
Voltaste. Porque existes...

;)

Rogério Pereira disse...

...que não parta,
apesar dos apelos
à deserção...

elvira carvalho disse...

Não há dúvidas que resistam ao amor.
Um abraço

paulofski disse...

E o amor chegou de bicicleta! Fixe.

São disse...

Se chegou...que permaneça!

Abraços para ti e crianças.

albana disse...

se ficares...a vida brilha mais forte...

gosto muito!

bjinho

Braulio Pereira disse...

ainda bem.

que nâo vá embora!!


beijinhos!!

Braulio Pereira disse...

sempre simples e sensivél..

como o som do vento..


um bom fim de semana para ti tanbem


beijos!!

© Piedade Araújo Sol disse...

e quando chega, só temos que reter e guardar...

bom fim de semana!

beij

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin