11 março 2011

Para recordar...

... que tudo termina.
Até a vida. Por vezes, abruptamente…
Noutras, mesmo por vontade própria.

Para lembrar. Que o Sol vai continuar lá.
Haverá sempre luz.
Mesmo que não a vejamos em determinados momentos.
Se todos nascemos e todos teremos de morrer, porque não aproveitar o entretanto?
Porque viver é preciso. Não desistir, essencial.
Esta canção* vicia-me, ouço-a uma e outra vez.
Arrepiante.
Para recordar que vale a pena arriscar. Tomar uma atitude. Encetar conversa com um desconhecido, mudar de emprego, terminar um projecto, iniciar um trabalho voluntário, dedicar um sorriso a quem nos dá atenção.
Vencer as barreiras que nos impomos.
VIVER...

* Jueves, dos Oreja de Van Gogh

13 comentários:

Filoxera disse...

A luz...
Lembras-te?
;-)

Braulio Pereira disse...

que lindo pensamento...

viver ..existimos

esta vida é unica

adorei


beijos doce noite!!

Zé Lourenço disse...

Linda. Eu sou do tempo (que chatice isto de ser já do tempo...) em que se ouvia cantar em todas as línguas, particularmente espanhol, francês e italiano, Que saudade... Por isso adorei as palavras e a música.

Cata- Vento disse...

É determinante vencer as nossas próprias barreiras, as que criamos e que nos deixam tolhidos sem participar na vida. E afinal ela é tão efémera!

Beijinos


Bem-hajas!

São disse...

Viver é termos tudo na mão...ou pelo menos tentar.

Um abraço, linda.

Maria João disse...

Nada é mais inevitável do que viver sem saber, exactamente, se cada segundo será o último. O maior desperdício é deixar de o viver porque se espera o seguinte.

Bom texto, para pensar e... recordar!

Um beijinho

ANTÓNIO disse...

Pensamento lindo de se sentir!

Menina Sabedoria!

Sei...
Que vais tomar a atitude
Certa
No momento certo
Na vida incerta...

E a luz vai continuar...
A dar
O que queres receber
Ao mesmo tempo absorver
Para continuares...
A viver...

Beijos
António

Carminda Pinho disse...

Viver é também fazer aquilo que fizemos hoje...:)
Gostei muito!
Beijos

De Amor e de Terra disse...

É minha querida menina, é verdade que é preciso teimar, teimar sempre; a vida é demasiado curta para ser desperdiçada...
atrevámo-nos a viver, intensamente, o intervalo entre o estar cá e o já não estar!
Bjs. e bom fim de semana.
Maria Mamede

momo disse...

gosto gosto muito de venir a leerte.
beijosssssss

Nilson Barcelli disse...

Tens razão, é preciso aproveitar esta vida, porque não temos outra...
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

Rogério Pereira disse...

Que garantias temos que Sol vai permanecer e um dia se nega a nascer?
Que garantia temos que haverá sempre luz e não vem ninguèm para o apagar?

Aproveitemos então o sol e a luz como se fosse o último dia em que nos fazem companhia...

Isa disse...

Gostei muito, mesmo muito da música.
Um beijinho

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin