05 dezembro 2010

Num instante, eu embarco contigo

Em mais um voo sem hora marcada

Faço do momento apenas um novo agora

O corpo em chama, a mente libertada



Num ápice, o tempo desaparece

Soltamo-nos de roupas, limites e razão

Deitamo-nos num amor de quem não esquece

Que somos feitos de ímpeto, magia e paixão



Num momento, tudo se transforma em nós

O mundo inteiro pára, a vida evapora

Ficamos apenas tu e eu, refugiados, sós

Tudo o mais não tem lugar. Fica lá fora.


(foto do meu amigo ZR)

9 comentários:

Braulio Pereira disse...

um poema alegre dinamico

palavras de paixâo dentro de ti

cheiro a rosas . nesse vou ao vento


beijos dia felizes!!

Maria disse...

E onde havia de ficar senão lá fora, num momento destes?
:)))

Beijos.

Chousa da Alcandra disse...

Dábanse todos os requisitos para que o mundo ficase lá fora. Talvez os dous principais fosen o corpo en chama e a mente libertada.
Que siga o mundo parado. Total para onde vai...

Beijos sen título

São disse...

Que esse embarque seja sempre alegre e te traga muita felicidade.

Beijinhos

Maria João disse...

Assim se vestem os momentos que são a nossa própria nudez sem explicação.

Gostei imenso

Um beijinho

Vieira Calado disse...

O tempo -

e respondendo a uma sua pergunta

implícita, no meu blog -

é imóvel.

Só mexe com o poema!

Como o seu!

Beijinhos

De Amor e de Terra disse...

Olá Amiga; em certos momentos, tudo, mesmo tudo o que nos desgosta, que nos põe "blue", deve ficar lá fora, para que tudo seja perfeito.

Gostei mesmo muito, parabéns!
Bjs.
M.M.

Pena disse...

Estimada, Mágica e Preciosa Amiga de encanto:
"...Num ápice, o tempo desaparece
Soltamo-nos de roupas, limites e razão
Deitamo-nos num amor de quem não esquece
Que somos feitos de ímpeto, magia e paixão..."

Um poema doce e lindo. Como VOCÊ!
Que "coisa" tão fantástica e maravilhosa.
Escreve com a sua gigantesca Alma poética de sonho por onde passa o seu genial sentir.
MUITO OBRIGADO pela sua ternura no meu blogue. Adorei, majestosa e divinal amiga.
Possui um talento fabuloso que irradia beleza e ternura "arrepiantes" de imenso explendor.
Abraço amigo de respeito.
Sempre aestimá-la e a admirá-la

pena

É linda, sabia?
Repleta de pureza e beleza.
Adorei.
Bem-Haja, perfeita amiga.

Antonio Saramago disse...

Filoxera!Filoxera!
Estás sempre maravilhosa!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin