03 dezembro 2009

Um fim-de-semana diferente


No passado Sábado rumámos às iluminações de Natal na baixa de Lisboa.
A ideia foi fazer com que os meus filhos começassem a interiorizar a época de Natal, o espírito e o consumismo, a partilha e o interesse pelas tradições. Uma lição vivida. Com direito à chuva de Dezembro e à visão dos sem-abrigo da cidade, mas também às decorações nas ruas, a um lanche na esplanada da Pastelaria Suíça, aos skaters da Praça da Figueira e a pequenas explicações acerca das ruas e das situações por que passámos.

O Domingo começou brilhante, mas rapidamente se toldou. Ameaçou chuva, cumpriu a ameaça, e foi trocando de semblante uma e outra vez.
Como sabem, manhãs de Domingo são manhãs gratuitas nos museus. E eu levei o Vasco e Mafalda ao Planetário, onde nunca haviam ido.

Ali revivi alguns conceitos escondidos na memória não rotineira.
Ali o meu filho soube que Galileu Galilei sofreu por ter tido uma visão muito mais à frente que a do seu tempo, ao afirmar que a Terra girava em torno do Sol e que Júpiter tinha quatro Luas, enquanto o nosso planeta apenas contava com uma.
Já nem me lembrava que Plutão não é mais considerado um dos planetas principais!
Até tivemos direito a um estrondo extra, antes dos que constam da encenada trovoada, quando a electricidade faltou. Quando a sessão recomeçou, ele recostou-se na sua poltrona inclinada, e ela, relutante, pediu-me: “Mãe, amanhã não vôtamos a ête cico, está bem?”.

Enquanto faziam o reset do programa informático, a senhora que apresentava a sessão explicava-nos “não ligue a este, nem a este, nem a este, que estamos a ver se pomos aqui a imagem que deve aparecer agora”, e íamos vendo alguns planetas sendo “descartados” da escuridão que se projectava na cúpula do Planetário. “Então vamos ver se pomos aqui o…” voltava a locutora, e a minha filha concluiu a ideia: “Ovo!” (esperta, a miúda!..)

Foi um fim-de-semana diferente, mas onde continuaram presentes os valores de afecto, curiosidade e dinamismo que quero que façam sempre parte das nossas vidas.

12 comentários:

Chousa da Alcandra disse...

Cando vin a imaxe deste post e o título...uf!; pensei que fixeras unha viaxe interplanetaria!!!.
E eu...nesa fracción de segundo, desexei poder facelo tamén hahaha.

Beijos do mes de Natal na Chousa

elvira carvalho disse...

Um bom fim de semana para quem deseja que os filhos não venham a ser analfabetas de sentimentos e tradições. Mais tarde eles vão agradecer.
Um abraço

Braulio Pereira disse...

olá boa noite..
é lindo educar os filhos.
viver
amar
aproveita. sempre
a vida
é
um
instante.

abraço poético..

Maria disse...

Um fim-de-semana familiar interessante.
Também há muito tempo que não vou ao Planetário...

Sei que os teus filhos vão aprender rapidamente a palavra solidariedade e o que ela significa!

Beijinhos

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo post...Espectacular....
Beijos

Patti disse...

Vou vê-las - às luzes - agora no feriado. Não falho um ano. É um dia típico da família, há muitos anos.

Parabéns pelo vosso dia de afectos cultivados. Muitos mais te desejo.

gaivota disse...

um fim de semana diferente e aproveitando a época para dar a entender de tudo um pouco, dentro das idades de cada um...
e mais uns dias de gesso no vasco... espero que continue a correr tudo bem!
beijinhos

BlueVelvet disse...

Como sempre não te falta imaginação para os fins-de-semana dos miúdos, de uma forma lúdica e ao mesmo tempo educativa.
Beijinhos

Vieira Calado disse...

Pois que seja diferente e bom

este fim de semana.

Beijinho

São disse...

Espero que este fim de semana também vos seja rico em afecto e saberes.

Um grande abraço para ti e para as crianças.

E, já agora, também para o pai, rrss

Meg disse...

Filoxera,

Um fim de semana que devia ser o de muitas crianças... mas não é!
Não deixes de usufruir desses momentos que mais tarde irás recordar com muita saudade.
E parabéns por seres a Mãe que és!

Beijinho

Oliver Pickwick disse...

De fato foi um Domingo rico, com viagens interplanetárias. Até hoje gostos destes circos... ops, quero dizer, planetário.
Um beijo!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin