26 julho 2007

"Ganda" Dulce!


A Dulce é uma doce pessoa. Olhos azuis vivaços e sorridentes, alma de poeta e idade de muito saber e de muito querer aprender: os oitenta já lá vão, há muito...
A contrariar a tendência da educação das meninas do seu tempo, sobretudo as oriundas de meios mais rústicos, desbravou livros como desbravou as planícies alentejanas, onde viveu os primeiros anos da sua vida. Os estudos não puderam ir tão longe como a imaginação, mas a inspiração jorra do sorriso caloroso com que brinda os amigos.
Se já me deliciava a ouvir os seus contos, os poemas em que enaltece o Alentejo do seu coração, pude agora -mais recentemente, diga-se- deleitar-me com três lances de verdadeira vencedora acerca da Dulce, a quem conheço "por afinidade", já que é amiga da minha mãe e da minha tia (sendo minha amiga também, como faço questão).
Ora, estes factos novos são: primeiro, o desafio que fez às mentalidades bolorentas das suas origens geográficas, "juntando os trapinhos" com um senhor, agora que, naquelas paragens, se julga que a idade já não é para isso. Revolucionária!
(Aplaudo!)
Em segundo lugar, o tê-lo feito com um homem mais novo -esperta, a "mocinha"!...
(Aplaudo de pé.)
Terceiro lance: está, uma destas noites, ao telefone com a minha mãe, a conversa a meio, e interrompe subitamente: "Olha, o Allen Gomes a falar de sexologia" (julgo que na televisão). E acrescenta, logo de imediato: "Depois falamos mais, noutra altura, está bem? Gostava de o ouvir."
(Aplaudo e incito: "bis").
Por fim, de enaltecer a iniciativa dos filhos do senhor que é, agora, o feliz marido: não é que ofereceram ao casal um computador, para que a doce Dulce se inicie nas lides informáticas, como ela tanto desejava, e passe a escrever como verdadeira revolucionária tecnológica?
Aguardamos o próximo livro, parido na era DPI (Dulce pós-informatização).

5 comentários:

Sophiamar disse...

Encontrei o trilho para o teu blog no canto da Maria Mamede e cá estou. Adorei o post sobre a amiga Dulce. Muher! Grande!
O Alentejo tem grande riqueza.
Beijinhos

SOBE E DESCE disse...

Aplaudo vivamente, e que a Dulce continue com esse espírito de alentejana, que as define desde Florbela Espanca.
Podemos não ter nada, nem nos interessa, mas somos lutadoras.

Maria disse...

Ganda Dulce, como dizes...
Estive a ler-te um pouco. Voltarei com mais tempo...

Beijinhos

Maria Jose disse...

Beeem... Essa senhora deve ser um postal !
Aqui está a prova de que juventude nada tem a ver com idade !!...

De Amor e de Terra disse...

Que coisa Bela, Amiga!!!
Como gosto de ouvir estórias deste tipo!!!
Mulher de Garra esta sua Amiga "Doce"!!!!!!!!!!

Parabéns a ambas e beijos também.

Maria Mamede

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin