13 janeiro 2011

Amanheço-me em ti.


Acordo e fico a vigiar-te o sono


O dia espreita, de olhar malicioso


E recordo, da noite, o nosso abandono


Cujo aroma conservo, delicioso.


Amanheço-me em ti.


O Sol quente, na minha pele tatuado,


Escondeu de nós a sua amante Lua


E derrama-se sobre o teu corpo, deitado


Aquecendo-te como eu te aqueço, nua


Amanheço-me em ti.

11 comentários:

Pena disse...

Estimada e Brilhante Poetiza Linda:
"...O dia espreita, de olhar malicioso
E recordo, da noite, o nosso abandono
Cujo aroma conservo, delicioso.
Amanheço-me em ti.
O Sol quente, na minha pele tatuado,
Escondeu de nós a sua amante Lua
E derrama-se sobre o teu corpo, deitado..."

Oh, doce amiga, que "coisa" mais linda escreveu com o seu talento e magia poéticas sublimes.
Extraordinária e perfeita.
Parabéns sinceros. É magestosa e brilhante.
Adorei.
É divinal na sua sensibilidade de "confeccionar" versos com deslumbre.
Abraço amigo grato pela visita que adorei.
Com respeito. SEMPRE. Com enorme admiração pelo seu valor imenso.

pena

Bem-Haja, amiga.
Maravilhoso o que escreveu.

Braulio Pereira disse...

o mais belo amanhecer
no meu olhar
é uma estrela ter
ao despertar

tu és uma estrela
teu coraçâo o diz
eu da minha janela
este verso escrevi

obrigado.. bom fim de semana

beijos!!

Sofá Amarelo disse...

Nada melhor que amanhecer no abandono dos aromas tatuados no corpo...

Chousa da Alcandra disse...

Hai aromas deliciosos que, unha vez prendidos na mente, xa non marchan.
Fermosa xanela para ver dende fora e mirar dende dentro.

Beijos galegos

São disse...

Que sejam sempre ternos esses teus amanheceres para que nos possas oferecer assim poemas deliciosso, enfeitados co maravilhosas janelas floridas.

Um bom fim de semana.

Maria disse...

A esta hora apenas te digo
'Adormeço-me em ti'...
:)))

Beijos.

Pitanga Doce disse...

Amanhecer assim apaixonada e com amores-perfeitos à janela é tudo de bom.

Maria João disse...

Líndissimo este poema!

As palavras brilham como um renascer da alma. Ao ritmo do sol que nasce, na serena descoberta de um corpo amado.

Um abraço

elvira carvalho disse...

Nem sei o que achei mais bonito. O poema? Ou a foto? Pois o casamento perfeito das palavras com a imagem duma janela que nos leva a imaginar o que se diz e o que se cala...
Um abraço

Nilson Barcelli disse...

Belo poema de amor.
Gostei imenso das tuas palavras.
Querida amiga, bom resto de semana.
Beijos.

Isa disse...

Bonito. E é só o que tenho a dizer :)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin