14 novembro 2009

Apetecia-me ler-te, neste momento.
Lembro-me que a tua escrita me abria sorrisos.
Hoje, falta-me vida para viver...

10 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Digo, a quente:
Por vezes somos nós que faltamos à vida...
Vá lá, estenda a mão, agarre uma estrela, pegue um vento amigo e voe!
Mergulhe nas calemas do tempo e, quando voltar, traga uma flor na mão.
:)
Que o Domingo, logo mais, lhe ofereça uma brisa amiga!
Beijinhos e um abraço forte.

gaivota disse...

isso é "desgaste", estás em baixo! é o outono que finalmente chegou, mas sem frio...
vá lá, nina, força para a frente!
beijinhos

Antonio saramago disse...

Mas és ou não és uma FILOXERA?
Então, toca a ir em frente, senão!!!!

Victor Nogueira disse...

Bot'Acima e um beijo com o sabor que lhe quiseres dar!
Victor Manuel :-)

Pitanga Doce disse...

Menina a vida está ali ao dobrar da esquina. Vai por mim. E por vezes acontece mesmo ao pé da letra.

beijos e um bom domingo

Maria disse...

É apenas um estado de alma, certamente. Amanhã acordas com outro humor. Ou será do tempo, desta cacimba que nos tolda o olhar...

Abraço-te, forte.

Chousa da Alcandra disse...

A debilidade amósases cando, ainda precisando, non se pide.
En conclusión ti es forte, xa que sabes pedir ben.

Beijos animosos dende a Chousa mollada pola choiva forte de outono.

Si disse...

A vida só nos falta quando acaba e mesmo assim ninguém sabe se continua na mesma.
Escrito a quente, num domingo frio, chuvoso e ventado, mais um em que temos o privilégio de andar por aqui.
Beijinhos

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, um abraço solidário....

O Senhor. disse...

Sabes porque caímos?... Para podermos levantar-mo-nos de novo, mas fortes. A escrita que procuras está onde sempre esteve... na tua.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin