14 junho 2011


Sinto-te na cadência ardente dum bolero,
Turbilhão que me invade no interior da pele.
Olhas-me pressentindo o quanto te quero,
Regas-me num brinde ao som de Ravel.

Sinto-te em ondas fortes de desejo,
Amor consumado em altar ao relento,
Consagrado na paixão ébria dum beijo
Que redescobrimos a cada momento.

Sinto-te em vagas salgadas e quentes
E, juntos, navegamos nessa ondulação
Que une amantes em ritmos ferventes
De rituais mútuos de adoração.

15 comentários:

Rogério Pereira disse...

Os rituais mútuos de adoração
são eternos se dados se entregarem ao sabor
do doce ciclo das marés

Fernando Santos (Chana) disse...

Texto Espectacular....
Cumprimentos

Antonio Saramago disse...

É mesmo á Filoxera!

Antonio Saramago disse...

É mesmo á Filoxera!

© Piedade Araújo Sol disse...

bem rimado e com uma foto a condizer.

gostei!

beij

AFRICA EM POESIA disse...

FILOXERA
Um beijinho

Minha amiga

Hoje venho deixar-te com África



ÁFRICA MINHA
África
Do batuque…
E das mulatas…
Mulatas lindas…
Que dançam …
Ao som do batuque….
E deixam …
Que o seu corpo …
Se transforme…
E como serpentes…
A rodopiar…
Elas dançam…
E transmitem…
A sua magia…
Do ser
E voltar a ser…
E tu África…
E tu mulata…
Deixas que o batuque…
Te transforme…
E que sintas…
O rebolar…
Do teu corpo…
A beijar, o universo! …


Lili laranjo

Pitanga Doce disse...

Está chegando o tempo de amar o mar!

São disse...

Muito sensual , este teu poema...

Bom fim de semana.

Vieira Calado disse...

Bem escrito!

Sonoro, bem ritmado, elegante!

Bjsss

Nilson Barcelli disse...

EXcelente poema de amor.
Gostei muito.
Minha querida amiga Filó..., tem um bom fim de semana.
Beijos.

Fernando Esteves disse...

Se for o bolero de Maurice Ravel, é sempre em crescendo... até ao fim!...
Muitos instrumentos... todos os instrumentos... Um ritmo, uma melodia...
Como o poema (o que ele diz...)!

:)

http://www.youtube.com/watch?v=hdyAqBCVRtw

AnaMar (pseudónimo) disse...

Há tanto tempo que não (te) lia.

...E continua(s) pura (a)poesia.

De Amor e de Terra disse...

Um "bolero" sensual e quente, como deve ser!
Bjs.
M.M.

Jony River disse...

Without....

Maria João disse...

Ao ritmo cadênciado das ondas, como um mar que se entrega, incondicionalmente.

Belo!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin