07 dezembro 2008

Vida nova

As minhas belas adormecidas repousaram vinte e tal anos. Hibernaram Invernos e Verões numa mala à espera de voltare à vida.
Não houve um príncipe encantado que as beijasse, não houve um relógio descompassado que trocasse as voltas ao tempo.
Houve, isso sim, uma pequena princesa, loura e de olhos azuis, tal qual como nas histórias. Uma princesa de dois anos e meio, que por acaso é minha filha.
A Mafalda desenvolve, todos os dias, os gestos de mamã que eu já fazia quando era pequena. Deita as bonecas, sempre de barriguinha para baixo, tapa-as com mantinhas e põem uma chucha diante de cada uma.
Acorda-as, dá-lhes banho, dá-lhes papa, ralha com elas quando se portam mal.
Foi ela a pincesa que me fez desencantar as bonecas. Vou-lhe dando uma hoje, outra daqui a dias, e elas volta a brincar após décadas de inércia.
Só não sei que fazer para tornar os seus cabelos mais "penteáveis": estão ásperos e algo emaranhados. Como não sei quando terei oportunidade de ir a Lisboa, ao Hospital das Bonecas, agradeço se alguém me souber dizer que fazer. E a Mafalda também...

12 comentários:

Vekiki disse...

Experimenta passar um dodot no cabelo das bonecas. Os dodots são mágicos ;)!
Bom reviver para as tuas bonecas!!!

Si disse...

A minha filha também deu vida à minha boneca rechonchuda, loira, de cabelo curto e espetado, vestido vermelho curto, que lhe deixava as partes pudendas à mostra e que só fechava um olho de cada vez. Brincou com ela, desde que começou a gostar de bonecas e preferia-a às Barbies, anorécticas e anãs ao lado da outra.
O meu truque era lavar-lhe o cabelo apenas com um amaciador vulgar, nos banhos que tomavam juntas, e nunca precisou de nenhum hospital, bastou-lhe o carinho da filha-mãmã.....
Beijinhos

Maria disse...

Não faço ideia... mas a do amaciador parece-me aplicável.
A Mafalda faz tão só o que tu fizeste, pois claro.
Que tal dar-lhe uma bola de futebol e uma boneca ao irmão?
Sei lá, para se irem habituando aos novos tempos...

Beijinhos

São disse...

Não te posso sugerir nada, mas se não houver resultados das sugestões anteriores poderás cortá-los mais curtos: fica mais fácil.

Beijinhos.

Filoxera disse...

A todas: obrigada pelas sugestões.

Maria: é como disse uma vez à Carminda: os meus filhos brincam com todo o tipo de briquedos. Apesar de ele pegar mais em bolas, carros e Action Men, também serve uns chás e cafés e brinca às casinhas com a irmã e as bonecas. E ela começou por brincar com carros e bolas. Hoje, apesra de se entreter mais com os bebés, continua a brincar diariamente com brinquedos normalmente mais associados aos meninos.

Beijos!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida Amiga, há de facto um hospital de bonecas em Lisboa, mas não sei onde fica... beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

zito disse...

Cara Filoxera

Não sei o segredo para os cabelos boneca da mas tenho a certeza que esse amor unico mãe-filha vai de certeza desembaraçar muitos nós da vida...
Uma vez mais um belo texto

elvira carvalho disse...

Nunca tive uma filha para brincar com bonecas, mas também eu só tive uma boneca na vida. Era uma negra de papelão. Tinha 4 ou 5 anos e nunca tinha visto um negro. Então achei que a boneca estava suja e metiá de molho na celha, onde a minha mãe tinha a roupa na barrela. Claro, quando fui lá para ver se estava branca, era só um monte de papelão em pasta.
Um abraço e bom feriado.

BlueVelvet disse...

É por estas e outras que tenho muita pena de não ter filhas.
As minhas bonecas estão todas guardadas. Para quê, não sei, mas estão.
Quanto à pergunta, eu também tentaria o amaciador.
Beijinhos natalícios

1/4 de Fada disse...

A minha filha também herdou as minhas bonecas, mas fez uma desgraça com os cabelos de uma delas!!! Como gostava imenso de armar em cabeleireira, agarrou na tesoura a fez-lhe um lindo penteado novo. Tive que me conter para não lhe mostrar o meu enorme desgosto, mas ela estava tão contente! E a verdade é que os cabelos estavam como tu aqui descreves... não sei de nenhuma solução sem ser a dela, que realmente não aconselho.

Anónimo disse...

Não faço a minima ideia de como resolver o problema dessas bonequinhas. Talvez o amaciador ou o corte radical, talvez não fique mal.
Infelizmente a minha rica irmã fez o favor de não deixar as minhas bonecas viveram para mais tarde alguém com elas brincar. As que não foram atiradas da janela foram esborrachadas,esventradas entre outras maldades.

Gi disse...

As minhas bonecas não puderam vir comigo para Portugal: Agora não saberia o que fazer com elas, eu e o meu irmão só tivemos rapazes.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin