20 setembro 2007

Para quando...

... a possibilidade de passear no parque sem correr o risco de ver os bebés levarem à boca as beatas que adultos inconscientes atiraram para o chão, em plena zona "encortiçada" de escorregas, cavalinhos e outras diversões?
Sem que as bolas passem por cima de detritos caninos, em vez de deslizarem apenas pela relva?

8 comentários:

Victor Nogueira disse...

Olá :-)
Na sequência da tua breve visita, deixei-te um escrito em Ao Sabor do Olhar. Não tens mail, pelo que se quiseres passa por lá.
Bjo
VM

José Gomes disse...

Minha amiga, isso teria que passar pela educação cívica de todos os intervenientes: pais, filhos e os mais variados agentes de ensino! As beatas ainda acho maior praga que os dejectos dos animais... é que estes rapidamente são eliminados pela natureza enquanto aquelas demoram anos, se não forem apanhadas!!!
Um abraço,
José Gomes

SOBE E DESCE disse...

È tudo uma questão de educação daqueles que vieram muito de trás.
Não me esquece do tempo em que ra mostrado em filmes, que o fumar e atirar as beatas para o chão faziam parte duma classe civilizada, rica, bem vestida, era o máximo da época.
Hoje felizmente, há mais pessoas a compreender que isso é a maior falta de civismo, a maior falta de educação que uma sociedade pode ter. Mas continua a existir e existirá enquanto a falta de respeito pelo outro e principalmente pelas crianças existir.
Fumei durante uns trinta e tal anos, mas orgulho-me de dizer que nunca atirei uma beata para o chão.
Bj

Bárbara Cecília disse...

O que são beatas?

a.filoxera disse...

Beatas são as pontas de cigarro. Qual o termo utilizado no Brasil?
Obrigada pelo comentário.
Bj.

Estrela Cadente disse...

AH! AH! Ah
Há beatas de cigarro e beatas nas Igrejas.
As do cigarro são mais rejudiciais,
são uma porcaria.
As outras são felizes mas chatas.
BJ

SOBE E DESCE disse...

Há dias altos e dias baixos, não podem ser sempre iguais seria uma vida cansativa se assim não fosse.
Há muita coisa que esta altura do ano me recorda, não sei qual delas a mais suave.
Em tantos anos muita coisa se passou que gostaria que nãi viesse ao à lembrança.
Obrigada o comentário.
Bj

Anónimo disse...

Beatas, casas de banho para cães gatos e por vezes respectivos donos, lixo e mais lixo, infelizmente o povo Português não é dos mais limpos que por aí anda. Mas quero crer que há piores...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin