17 setembro 2007

Para quando...

... scanners que leiam todos os códigos de barras do carrinho de compras, sem necessidade de empatar mais tempo e daquela trabalheira de tira-do-carrinho-e-volta-a-colocar-vê-lá-se-consegues-arrumar-tudo-tão-bem-como-estava?

3 comentários:

SOBE E DESCE disse...

Até quando os "super" quiserem, mas nessa altura deixa lá a moeda.
As máquinas somos nós que pagamos e não eles.
Eles só querem o que possam facturar.
Bj

Sophiamar disse...

Escreves a quente como a vida deve ser vivida. Tu o dizes e eu concordo. Há por aqui pedaços de vida que nos prendem.Tanto! É da temperatura.
Quanto às compras, é assim. Como quase tudo. Faz, desfaz, lava, suja, arruma , desarruma...

Beijinhos com amizade

Anónimo disse...

Quando se vive no interior longe de tudo e mais alguma coisa um hiper um super ou mesmo ou mini-mercado é o mais parecido com animação e distração que se pode ter... bem ditas auto-estradas!!!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin