13 novembro 2007

Perdas e ganhos

Esta música toca-me.
Toca-me quase tanto como as palavras que recebo aqui no blog, e não só, vindas daqueles que me lêem.
Aqui tenho ganho muito. Aprendo, treino, pesquiso.
Mas o que é realmente importante é que me identifico com alguns de vós, admiro estilos e personalidades. Prendo-me.
Perco-me na noite, guiada pela mão de quem me apreciou sem me conhecer. Esta parece-me ser a única "perda", a das horas de sono. Deito-me ainda com as vossas atenções, com os mimos recebidos.
Aqui sou, como hoje alguém dizia, eu própria. Aliás, a maioria de nós joga limpo. Primeiros posts pendurados na franqueza do anonimato, posts subsequentes alicerçados na cumplicidade do círculo habitual.
Já me admirei, já ri, sorri. Já fui esmagada pela apreensão.
Cantarolei, apoiei, comentei, recomendei.
E fui, e vou, mais longe.
Acompanhei, descobri. Corri blogs até aos primórdios. Dei-me a conhecer.
E fui conhecendo.
Inquietando-me com as tristezas e desilusões dos amigos.
Lamentando perdas.
Aplaudindo.
Aqui me fortaleci. Aqui me vulnerabilizo.
Porque faço o mesmo que na minha vida: mergulho a fundo, valorizo, acompanho, exploro, Apaixono-me, não retenho emoções.
Este é um post de inquietações, de sentimentos, de expectativas. Às vezes perdemo-nos, outras conquistamo-nos. Mas deixar de dar está fora de questão.
Quem me conhece sabe-o. Sensibilidade da cabeça aos pés. Capacidade de fazer manter frio o sangue quente.
Urgência de viver. Ânsia em conhecer. Porque a vida é para ser partilhada.

10 comentários:

Blue Velvet disse...

Vou estrear esta folha em branco.
Grande responsabilidade. Igual ao que escreves neste post.
Grande sensibilidade, de facto.
E agora percebo melhor, quando dizes" escrito a quente, como tudo deve ser feito".
É isso mesmo.
E a vida é de facto para ser partilhada, embora nem sempre seja fácil encontrar quem a partilhe connosco.
Adorei.
Beijinhos

carla disse...

Definitivamente...
Sou Presidente do teu club de fans!

Alexandre disse...

E um dos melhores sítios para a partilha é mesmo a blogosfera - porque permite que pessoas de qualquer lado do mundo possa descobrir pessoas interessantes noutro qualquer lado - magia, nunca tal tinha sido possível à espécie humana - se temos esta oportunidade, aproveitemo-la!!!

Muitos beijinhos!!!

Carminda Pinho disse...

Gostei muito do teu post, acredita.
Sinto que és sincera.
Aqui também se aprende a viver melhor com os outros. Apercebemo-nos de tanta coisa...e habituamo-nos a visitar os "amigos" e a senti-los como tal. Aqui, atrevo-me a dizer, existe mais solidariedade do que noutro local qualquer que frequentemos.
A vida é mesmo para ser partilhada amiga.

Gosto também muito dessa canção, mexe muito comigo.

Beijinhos

a.filoxera disse...

Carla:
Como diz o outro: deixa-me rir!
Tu és o Presidente, o Vice-Presidente, o Secretário-Geral, o Tesoureiro, etc. Porque tu és o Clube, órgão unipessoal na gestão de elogios.
Adoro-te!

Maria Jose disse...

Espero que me adores a mim também !... Eu não sou assim tão participativa mas estou sempre a pensar em ti e a prova disso é que venho sempre aqui procurar-te !
(Agora deves estar a imaginar a minha carinha de calimero ! Ciumeira, vá...)
Obrigada pela partilha !
Gosto imenso de ler o que escreves !
Beijo grande

Anónimo disse...

Há muitos, muitos anos andava eu na escola secundária havia a mania de no fim do ano escolar cada um de nós arranjar um bloco (quase sempre ultra piroso, cheio de corações e outras pieguices) todos assinavamos e escreviamos versos, disparates, o que nos viesse a cabeça.
Alguem escreveu no meu bloco:

"A vida só é vivida quando envolvida e revolvida na vida de outra(s) pessoa(s)"

Não poderia estar mais correcto...

Sophiamar disse...

Amiga, deixas-me a chorar. Não são lamechices de quem se encontra na juventude da velhice porque sou assim desde que me conheço.Menina de tranças e bata escolar, já chorava por quem não tinha por não poder ter. E dava. E dou porque só sinto prazer na vida quando me entrego de corpo e alma, quando mergulho de cabeça na amizade, quando sinto o calor da pele, o coração a bater. Tu és uma menina / mulher, mulher/ menina, curso feito, mãe orgulhosa, trabalhadora, sensível, solidária que me orgulho de ter no meu coração. Há muito tempo. As horas que aqui "perco" têm sido muito positivas. Bons amigos(as) tenho feito. Houve quem partisse mas não se pode agradar a gregos e a troianos ou como me disseram há pouco, estar bem com Deus e com o diabo. Nessas alturas, escolho. Não catalogo. Não tenho amigos por catálogo, nem por medida. Tenho porque os escolho por palavras ditas, gestos tomados, provas de amizade como tu tens dado. Adoro-te! Continua a escrever a quente desse lado esquerdo da vida.
Beijinhosssssssssssssssssssssss

Jasmim disse...

partilhada".Concordo contigo.
Gostei do teu post.
Obrigada pela visita. Estive ausente mas voltei
Voltarei aqui também...

amigona avó e a neta princesa disse...

Minha querida amiga estou contigo! Estou nos sentimentos, na ternura, na Amizade!
Deixei-te uma flor no meu cantinho...beijo, amiga...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin