06 julho 2007

Não basta estarmos vivos; é preciso que nos sintamos vivos...

3 comentários:

SOBE E DESCE disse...

Pois é, há muita gente viva que se sente morta.
A pior morte é aquela que se instala dentro de nós, muitas vezes sem nos apercebermos.
Quando deixamos de notar que o céu está azul... quando passamos indiferentes sem ver que há lágrimas nos olhos de alguém que não conhecemos ou não notamos a jovens descuidados que passam por nós em bandos, como se fossem bandos de avezitas e até detestamos vê-los!...

Maria Jose disse...

E como é que nos sentimos vivos ?!
Quando nos dizem ao acordar "Amo-te mamã!"...
Quando sentimos que alguém precisa de nós...
Quando recebemos um mimo de alguém que julgávamos ignorar-nos...
Quando temos um ser a crescer cá dentro...
Isto sim, faz-me sentir viva !

Alex disse...

Adoro-te, sabias?
Tens um não sei o quê que me fez muitas vezes relacionar-te com uma pessoa que amo de coração.
Hoje entendo porquê.
Hoje entendo porque é que vos acho tão parecidos.
Porque és tão igual, tão parecida, tão frontal,

és incrível.
Olho para ti e é inevitável sorrir, um sorriso aberto,

ou chorar
como chorei esta manhã

não tenho mãos e braços que cheguem para te agarrar, para te abraçar e dizer-te: torço muito por ti!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin