18 outubro 2008

Era uma vez...


... um homem que teimava em viver uma vida cinzenta.
Fechado sobre si próprio, de poucas palavras e ainda menos amigos, lá aceitava, uma vez por outra- mas a título de mera excepção- uma corzinha num dia inédito.
Preto.
Branco, menos frequentemente.
No dia em que um arco-íris lhe bateu à porta, o homem, receando tratar-se de algum impostor, escusou-se a olhá-lo uma segunda vez: fechou de imediato a porta, dizendo que não estava interessado em comprar nada...

20 comentários:

Alexandre disse...

Oh, não era eu de certeza porque se o arco-íris me batesse à porta eu deixá-lo-ia entrar à vontade....

Muitos beijinhos, bom fim-de-semana!!!!

bettips disse...

Baía de Vigo.
Onde o arco-íris está nos olhos.

Carminda Pinho disse...

Mas que mau feitio, que tinha esse homem...
Ou estaria doente?

Bom fim de semana com muitos miminhos.

Beijos

Maria disse...

Não ficou com o "pote de ouro"...
... mas também não sei se o arco íris levava o pote, ou se o homem teria que o ir procurar no fim do arco íris...

Beijinhos

Francisco Tarrana disse...

Os efeitos
por vezes são terríveis.

Patti disse...

Pior para ele e para todos que vivem assim. A vida não é a preto nem a branco. Tem muitos cinzentos e de vez em quando chegam outras cores para a aprumar. Há que saber misturá-las.

Léo Mandoki, Jr. disse...

eu tenho na minha casa um génio du bule mágico...quem ele não tem um arco-iris proprio dentro da casa dele??
eheheh
beijosss
adorei esse teu blog
de mto bom gosto!!

Maria, Simplesmente disse...

Obrigada o seu comentário no meu !Narcisismo".
Não sei se será da educação ou da vaidade que o próprio criou em relação à sua pessoa, julgando que tudo o que faz é melhor do que o dos outros.
Penso que seja até um complexo de inferioridade e não somente falta de educação.
Ali não pode ser esse o caso, pois só se pode subir com votos.
Cada um tem que ver um determinado trabalho com a sua própria sensibilidade, claro que colocando em primeiro lugar a técnica, mas usar um rato para deitar abaixo aqueles que são realmente bons é além de narcisismo... maldade.
Não falo pelo meu trabalho mas pelo dos outros e para que veja o que se passa vou mandar-lhe um linque esclarecedor. Talvez até mande dois. Aí pode ver que eu não minto.
Bom fim de semana.
Maria

jo ra tone disse...

Nada melhor,
colorir a vida com as cores do arco-íris.
Bjo
Bom fim de semana

Antonio saramago disse...

Sempre se ouviu dizer que há Homens para tudo e Pessoas pior que Bichos!!!
Um bom Domingo, boas fálas e radiantes sorrisos.

Alexandre disse...

Volto para admirar de novo o teu arco-íris... um bom Domingo!!!

Muitos beijinhos!!!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Amiga, infelizmente heviste muita gente assim!... Não sabem aproveitar os momentos belos da vida!... Bom Domingo!... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Oliver Pickwick disse...

Nonsense no seu melhor estilo. Um ótimo miniconto.
Desconhecia este seu lado secreto. ;)
Um beijo!

Pitanga Doce disse...

PITANGUEIRA CONVIDA! DOMINGO 19.

Tiago. disse...

Um arco-iris nunca é um impostor... para mim, será sempre bemvindo! =D

Beijinhos e bom Domingo
Tiago

Meg disse...

Prefiro interpretar este texto como uma boa metáfora.
Há pessoas assim, infelizmente.

Um abraço

f@ disse...

E das cores do céu não se pode duvidar...
Nem mesmo do céu cor de chumbo que logo a seguir fica azul e brilhante... basta esperar passar a tempestade...

Beijinhos das nuvens

BlueVelvet disse...

Adorei este teu conto.
Há pessoas assim. Pior para elas.
Nem se detêm a pensar que o arco-íris aparece sempre depois das grandes tempestades/chuvadas.
Beijinhos amiga

Vieira Calado disse...

Sabe-se lá...
Anda por aí tanta gente disfarçada...
Cumprimentos

Anónimo disse...

Acho fantastico, como em meia dúzia de linhas e outras tantas de palavras consegues fazer ums textos lindos e super inspirados.
E por vezes tão reais.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin