23 junho 2008

Noite de S. João


(foto retirada do site "Olhares")

Mais uma vez, chega a noite de S. João e eu estou no local errado, na hora errada.
Lamento não estar na minha cidade do coração, acompanhada dos que me acompanhavam há anos, quando a mística se repetia sem mácula, plena de boa-disposição.
Era a noite mais longa do ano, só a folia e o alho-porro ou o martelinho é que eram certos. Tudo o resto, alegre improviso.

Lembro-me muitas vezes de um episódio que deixarei aqui, hoje, para assinalar a data.
Jantámos cedo, em casa dos meus tios. Eu e os meus pais, os meus tios e os meus quatro primos.
A seguir, rumámos à baixa da "Inbicta", foliões eufóricos.
Caminhámos um bocado -não muito, pois eu e o meu primo mais novo éramos ainda pequenos- até assentarmos arraiais na Avenida dos Aliados, para assistirmos ao espectáculo de fogo-de-artifício.
Nós, os miúdos, embora gostássemos de ver o ceu colorido, encolhíamo-nos perante o ribombar barulhento. Era um misto de assombro e receio.
A dada altura, a minha tia achou que o calor justificava a compra de gelados. Deu com uma senhora que os vendia, por entre a multidão, e lá lhe pediu, por meio de palavras e mímica, um gelado para cada um de nós.
O grupo era grande. A vendedora achou por bem passar-lhe os gelados, no meio daquele turbilhão de gente, dentro de uma caixa, daquelas de cartão, em que a própria marca fabricante os fornecia aos postos de venda.
Está a minha tia de braço esticado, tentando recolher a caixa por cima de um mar de braços e gente, quando uma senhora, sem ensaiar nem hesitar, estica o dela para dentro da caixa e, entre a pergunta "estão a dar? estão a dar?" e a falta de espera pela resposta, já se ia servindo...

13 comentários:

f@ disse...

Todos os santos populares deviam ser de comemoração - participação de todos ... obrigatória... que a festa ajuda mto e umas marteladas em algumas cabecinhas tb.... riso...
bj das nuvens

f@ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
f@ disse...

duplicado e depois eliminei peço desculpa

Carla disse...

Es linda amiga.

Pitanga Doce disse...

"Mais uma vez, chega a noite de S. João e eu estou no local errado, na hora errada".

Desculpa mas tenho que te roubar a frase. Serve-me perfeitamente.

beijos da Pitanga

Sophiamar disse...

Se me lembro de estar nos Aliados, na Batalha, na Ribeira...
há episódios que nos marcam para a vida. Este é um deles! Na tua! Também tenho alguns engraçados. Um dia conto-os.
E assim se foram os gelados!

Beijinhos

Bem hajas!

jo ra tone disse...

Desta vez deixei passar o meu dia sem ver as marchas.
Bjo

Brancamar disse...

Belo episódio! É assim a Invicta e a noite de S. João, dá-se tudo,eh!eh!eh!
Gostei do teu post.
Beijinhos

jasmimdomeuquintal disse...

Imagino a confusão no Porto... Quanto às visitas ao meu cantinho, como qualquer visita, são quando pode ser. Há tantos blogue sque gostava de visitar, ler, comentar... mas não é possivel e depois gosto muito de escrever e é claro no mínimo responder a quem me visita, logo sobra pouco tempo.
Fica bem
Bjocas

Carminda Pinho disse...

Olha, já não esperava rir-me a esta hora em que te estou a comentar, mas aconteceu.
É que imaginei a cena dos gelados e desatei a rir-me.
Não fui nem sou, muito amiga de festas de rua, tipo santos populares. Por isso não me lembro de nenhum episódio.
Gostei de te ler.
Espero que estejam todos bem.
Beijos

BlueVelvet disse...

Como já sabes não sou adepta dos Santos Populares nem acho graça a ajuntamentos, mas fizéste-me rir.
Estou a imaginar a cena:)))
Beijinhos

Maria Jose disse...

Pois é, amiguinha, eu também tenho muuuuuuuuuuito boas recordações da noite mais longa do Porto !
O fogo de artifício... correr de mão dada, em bicha... a Ponte D Luis a abanar quando se abria a passagem às pessoas... os namoricos... ai, os namoricos...

Saudade...

Anónimo disse...

Aposto que após esta noite, nunca mais deixaste escapar um gelado....

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin